quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Como Espalhar Desinformação Entre os Ignorantes

Faça perguntas carregadas

Afirme perguntando: “Fulano é ladrão?” Você não tem nenhuma ideia de culpa do fulano, mas a insistência em perguntar faz com que todos desconfiem dele. E você, claro, inocente como só, nunca poderá ser acusado de acusar ninguém: “Eu só estava perguntando?” Boas perguntas carregadas criam assuntos, em vez de comentar sobre o que já se fala.

Faça negações complicadas

Certas negações são tão difíceis de decodificar, especialmente quando redigidas por alguém com talento para advogado, ou quando a entonação prejudica a conexão entre o que se nega e a negação propriamente dita, que funcionam como afirmativas. Como bem dizia Falcão: “Não é verdade que mulher feia só serve para peidar em festa”.

Use a ignorância a seu favor

Uma regra de ouro da propaganda é que nenhum bicho de estimação é tão querido quanto a ignorância que cada um tem dentro de si. Faça um ignorante acreditar que “já sabe”, dispensando-o do labor terrível de ter que aprender, e ele aceitará com grande facilidade o que você quer. Por isso, seja qual for seu objetivo, cuide para que ele esteja em sintonia com as crendices e as distorções que já são encontradas no seio do seu público. Parta desta maçaroca de erros e preconceitos, adule a estupidez e introduza sua pequena palha no monturo da mentira.

Com esta receita, muito best-seller se escreve.