domingo, 31 de julho de 2011

Porque Devemos Evitar o Termo “Revisionismo”

O termo “revisionismo” não deve ser jamais utilizado em uma discussão sobre História. Há três boas razões para isso.

  1. O termo é uma ofensa a qualquer historiador, pois sugere que revisões do conhecimento histórico estabelecido são raras, que as teses dos historiadores estão, de alguma forma, solidificadas. Nada é mais distante da verdade: poucos campos do conhecimento humano são mais aberto a controvérsias do que a História. Até mesmo o ponto de haver quem negue o caráter científico da História justamente por essa amplitude das discussões. Falar em “revisionismo” como se fosse algo especial é passar atestado de ignorância sobre a natureza e os procedimentos da História enquanto campo do conhecimento humano.
  2. O termo, em si, é uma falácia. Nenhum pesquisador deve (ou deveria) eleger um método como o objetivo de seu trabalho. Tal como o objetivo do médico é curar, e não operar. O historiador não tem obsessão de “revisar”, mas de obter o conhecimento mais próximo possível da “verdade” (seja lá o que for que ele tome como tal). Alguém que se diz “revisionista”está colocando o questionamento como uma finalidade em si, independente de qual seja o objeto do estudo. Não deve ser assim: devemos estudar o objeto e revisar as teorias a partir dos dados coletados. Uma atitude “revisionista” está para a História assim como o criacionismo está para a Biologia: parte-se de uma necessidade a priori de questionar o estabelecido e busca-se indícios que justifiquem este questionamento, não com o objetivo de propor uma teoria alternativa, mas de demolir a explicação existente. Revisionistas são como criacionistas. O que quer dizer que eles são necessariamente ignorantes, falaciosos ou picaretas.
  3. Existe um grupo de pessoas que propõe o revisionismo com objetivos nada louváveis: aquelas pessoas que querem remover do racismo e do anti-semitismo o opróbio que justamente lhes caiu em cima como consequencia do horror da Segunda Grande Guerra. Querem remover esta mancha a fim de poderem novamente difundir estas ideias. Portanto, para evitar de ser associado a estas pessoas, ou de indiretamente dar fôlego aos seus movimentos, você deve evitar usar esta terminologia específica, que eles sequestraram para si.